Páginas

Seguidores

Marcadores

Amigas (9) Blogando... (3) Brasil (4) Cidade (1) Citaçáo (1) DVDs (1) Enquete (1) Família (4) Felipe (2) Férias (1) Festas (4) Filhos (13) Filme (3) Filmes (2) Filosofando (10) Livros (27) Mãe (8) Mulher (7) Música (5) Pai (5) Pausa... (1) Pedro (20) Pensamento (2) Pensando... (21) Piada (2) Poesia (2) Política (9) Refletindo... (40) Tina (1) Viagem (11) Vovó (4)

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Dia do professor.

Recebi por SMS a notícia de morte de uma professora. Uma Professora com P maiúsculo.
Como terminei psicologia há 5 anos, era uma professora recente.
Mulher enigmática, cabelo hiper curto, olhos azuis, cara fechada.
Nos corredores da faculdade, dizia-se que o curso era moleza até chegarem as aulas da Cambraia. Regina Cambraia era um mito na faculdade, principalmente quando não a conhecíamos de perto.
Em uma de suas primeiras aulas, ela colocou um desenho da Pixar, aquele do velhinho que joga xadrez com ele mesmo, e eu me encantei. Tanto pelo desenho como pelas suas sábias tiradas.
Na primeira prova, tirei nota baixa, muito baixa. Indignada, fui acertar contas, e ela nem me deu bola!
Finquei meus dois pés atrás!
Fiquei muito brava. E entrei no time dos inconformados com a chatice da Cambraia.
E foi na segunda prova, que minha ficha caiu. Era uma prova inteligente, e sim, fazia pensar nas entrelinhas, e comecei a mudar de opinião. Tirei um pé de trás .
E melhorei a nota.
Em 2006, fui fazer um curso de Grafologia que ela ministrava, e então conheci a verdadeira Regina. Pessoa doce, engraçada, inteligente, estudiosa. Percebi como preparava as aulas, quanto carinho tinha pelos alunos interessados, como sentia prazer em ensinar!
 Tirei o outro pé. Ficamos amigas, e a turma também começou a vê-la com outros olhos.
No quarto ano, mudei de faculdade. Mas a Regina havia me marcado. Na formatura convidei-a e ela compareceu, agradecida e alegre.
Fui a oradora, e ela gostou muito do discurso. Envaideci-me com suas palavras de elogio.
Quando nasceu sua neta, enviou-me fotos. Ficou feliz demais!
Sinto muito pela sua retirada de cena, e por sua partida.
Lembrei-me de outros professores, inclusive da primeira, Irmã Adélia,  que já me foge seu real semblante ...



6 comentários:

  1. Tão bom quando temos recordações assim lindas das nossas professoras, pessoas importantes pelas quais passamos.não? Vale muito, pro resto da vida! Essa tua descansa em paz! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Quando voltei do Brasil fiquei encantada com o nosso ensino público e foi onde matriculei os meus filhos; ficaram nele até ao fim dos cursos. Hoje é com grande tristeza que vejo o desprezo com que o atual governo trata os professores. Com a crise, com o FMI, só se preocupam com o déficit e o corte nos salários dos professores e dos demais empregados públicos têm sido constantes; professores a irem para o desemprego aos milhares e as escolas sem eles; estamos a em Outubro, um mês e meio depois do início do ano letivo e há ainda alunos sem professor com tantos pedindo um emprego.- Há anos que foi criada cá a escola inclusiva onde os meninos com problemas tinham que frequentar a mesma escola dos ditos meninos normais; um projecto excelente, mas que acabou por tornar a escola em exclusiva e discriminatória devido a estes cortes sem lógica do atual ministério da educação; estão esses meninos na escola, sem pessoal especializado e os outros professores com turmas enormes sem poderem dar-lhes a atenção que merecem.Com muito pesar digo que o nosso ensino público está a ficar como o do Brasil na altura em que aí estava. Penso que continua igual. Os políticos esquecem-se que, depois dos pais, são os professores as pessoas responsáveis pela formação dos nossos jovens e muitas vezes eles têm ainda de fazer aquilo que os pais não fazem; são eles que socorrem as crianças que em casa têm problemas, dando sinal de alerta à mais pequenina alteração de comportamento.. Enfim, amiga...muito haveria a dizer sobre esta classe tão maltratada aí e cá, infelizmente. Os meus parabéns a todos os professore e também o meu agradecimento pelo árduo e bom trabalho que continuam a fazer apesar da situação em que se encontram. Beijinhos e fica bem!
    Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos mesmo om problemas parecidos, Emília ! Bjs e obrigada pelo seu comentário .

      Excluir
  3. Olá!
    Tenho um carinho tão grande pelos professores. Me lembro muito bem desde a minha 1ª série todos estão no meu coração!
    Que descanse em paz!
    Tenha um lindo dia!
    Com carinho

    Blog: Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir

Livros, meu relax n. 1:2016,2015,2014,2013, 2012, 2011, 2010 , 2009

  • Vivências de um psicanalista
  • Um sentido para a vida
  • Sobre a amizade e outros diálogos
  • Segredos e atalhos do iPad - 2011
  • Quase tudo
  • Putz, virei minha mãe!
  • Purgatório
  • Psicanálise dos Milagres de Cristo - 2011
  • Poemas completos de Alberto Caieiro
  • Pense Magro
  • Pensar é transgredir
  • Os catadores de conchas
  • O show do eu
  • O mundo pós-aniversário
  • O monge e o executivo
  • O menino do pijama listrado
  • O livro das ignorãças
  • O livro da sabedoria
  • O estrangeiro
  • O caçador de pipas
  • O brincar e a realidade
  • No divã do Gikovate
  • Niketche - 2011
  • Nietzsche para estressados - 2011
  • Na presença do sentido
  • Millenium
  • Mentes Perigosas
  • Memórias das minhas putas tristes
  • Me larga!
  • Marley e eu
  • Mamãe, posso namorar pelado?
  • Mamãe e o sentido da vida - 2011
  • Longe daqui
  • Leite derramado
  • Ilha Deserta - Livros
  • Ilha Deserta - Filmes
  • Histórias das minhas putas tristes
  • Hamlet
  • Freud - Vol.XIV - 2011
  • Freud - Vol. XXIII
  • Freud - Vol. XXII - 2011
  • Freud - Vol. XXI
  • Freud - Vol. XVIII - 2011
  • Freud - Vol. XVII
  • Freud - Vol. XIX - 2011
  • Freud - Vol. XII
  • Freud - Vol. XI
  • Freud - Vol. VII
  • Freud - Vol. V - 2012
  • Freud - Vol. IX
  • Fora de mim - 2011
  • Família de alta perfomance
  • Fadas no divã, Diana L. Corso e Mario Corso
  • Fadas no divã
  • Eu sei que vou te amar
  • Enquanto o amor não vem
  • Doidas e santas
  • Divã
  • De frente para o Sol - 2011
  • Crime e castigo
  • Conversas sobre terapia
  • Contra um mundo melhor -2011
  • Comer,rezar,amar
  • Cartas a um jovem poeta
  • Caim
  • As pequenas memórias
  • As intermitências da morte
  • Amor é prosa, sexo é poesia
  • Alter Ego
  • Agape - 2011
  • Aforismos - 2011
  • A trama do equilibrio psiquico
  • A sabedoria dos mitos gregos - Aprender a Viver II - 2011
  • A sabedoria da vida
  • A idade dos milagres
  • A história de Edgard Sawtelle
  • A doçura do mundo - 2011
  • A cidade do sol
  • A Cabana
  • 2016-Verdades e Mentiras, Cortella, Dimenstein, Karnal e Pondé
  • 2016-Pressentimentos e suspeitas, Ivo Storniolo
  • 2016-O poder do discurso materno, Laura Gutman
  • 2016-O oitavo selo, Heloisa Seixas
  • 2016-O ano do pensamento mágico, Joan Didion
  • 2016-Mulheres de cinza, Mia Couto
  • 2016-Freud, obras completas, vol. 18
  • 2016-Felicidade ou Morte, Clovis de Barros Filho e Karnal
  • 2016-Enclausurado, Mc Ewan
  • 2016-Dias de abandono, Elena Ferrante
  • 2016-Depois a louca sou eu, Tati Bernardes
  • 2016-Como eu era antes de você, Jojo Moyes
  • 2016-Ah, que bom que eu sei, Brugitte Gross e Jakob Scheneider
  • 2016-A Peste, Albert Camus
  • 2016-A noite do meu bem, Ruy Castro
  • 2016-A felicidade é fácil , Edney Silvestre, Segunda Leitura
  • 2016-A árvore familiar, Denny Johnson
  • 2016-A alma imoral, Nilton Bonder
  • 2016- O livro dos insultos, H.L. Mencken
  • 2015-Tomar a vida nas próprias mãos , Gudrun Burkhard
  • 2015-Pimentas, Rubem Alves
  • 2015-Pequeno tratado das grandes virtudes - André Comte-Sponville
  • 2015-Pai rico pai pobre - Robert T. Kiyosaki
  • 2015-Os amigos, Hamlet L. Quintana
  • 2015-Onde foi que eu acertei? Francisco Daudt
  • 2015-O sol é para todos", Harper Lee
  • 2015-O que a vida me ensinou, Mario Cortella
  • 2015-O incolor Takurukami..., Haruki Murakami
  • 2015-O brilho do bronze, Boris Fausto
  • 2015-Numero Zero, Umberto Eco
  • 2015-Na berma de nenhuma estrada, Mia Couto
  • 2015-Interpretação e manejo na Clínica Wiicottiana, Ela O. Dias
  • 2015-Dom Quixote, Miguel de Cervantes
  • 2015-Diga aos lobos que estou em casa, Carol R. Brunt
  • 2015-Criaturas de um dia, Irvin Yalom
  • 2015-Como envelhecer, Anne Karpf
  • 2015-As pequenas virtudes, Natalia Ginzburg
  • 2015-A visita cruel do tempo, Jennifer Egan
  • 2015-A mágica da arrumação , Marie Kondo
  • 2015-A grande arrete de ser feliz, Rubem Alves
  • 2015-A filosofia de Rudolf Steiner e a crise dompensamento contemporâneo, Andrew Welburn
  • 2015- Pensar bem nos faz bem, M. S. Cortella
  • 2015- Nao nascemos prontos, M. S. Cortella
  • 2014-Uns cheios, outros em vão, Heloísa Seixas
  • 2014-Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, Mia Couto
  • 2014-Totem e Tabu, S. Freud
  • 2014-Textos de Winnicott
  • 2014-Textos de Pichon Riviere
  • 2014-Textos de Grupos, uma visáo psicanalítica
  • 2014-Textos de Bion
  • 2014-O segredo do meu marido, L . Moriestay
  • 2014-O retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde
  • 2014-O nome próprio, Francisco Martins
  • 2014-O fotógrafo, Cristóvão Tezza
  • 2014-Fim, Fernanda Torres
  • 2014-Ensaio sobre a mentira, José Outeiral
  • 2014-Do universo à jabuticaba, Rubem Alves
  • 2014-Conhece-te a ti mesmo, José Outeiral
  • 2014-Adultescer, J. Outeiral
  • 2014-A revolta do corpo, Alice Miller
  • 2014-A festa da insignificância, Milan Kundera
  • 2014-A Ciranda das Mulheres Sábias, Clarissa P. Estés
  • 2014-1Q84, Vol. IIIHaruki Murakami
  • 2013 - Voce já pensou em escrever um livro?
  • 2013 - Subliminar
  • 2013 - Sr. Psicólogo, diga-me como ser feliz
  • 2013 - Por que você é minha - I
  • 2013 - Por que você é minha - II
  • 2013 - Por favor, cuide da mamãe
  • 2013 - Os quatro vínculos
  • 2013 - O Rabino e o Psicanalista
  • 2013 - O psicanalista vai ao cinema
  • 2013 - O oceano no fim do caminho
  • 2013 - O fio das missangas
  • 2013 - Nu, de botas.
  • 2013 - Inferno
  • 2013 - Filosofando no Cinema
  • 2013 - Elogio da mentira
  • 2013 - A vida que vale a pena ser vivida
  • 2013 - A graça da coisa
  • 2013 - A arte de amar
  • 2013 - 1Q84 Vol. II
  • 2013 - 1Q84
  • 2012 - Se eu fechar meus olhos agora
  • 2012 - Rimas de Vida e de Morte
  • 2012 - Profissão: Bebê
  • 2012 - Os sentidos da vida
  • 2012 - O retorno do jovem príncipe
  • 2012 - O clube do filme
  • 2012 - O amor companheiro
  • 2012 - Mulher Desiludida
  • 2012 - Fragmentos Clínicos de Psicanálise
  • 2012 - Feliz por nada
  • 2012 - É tudo tão simples
  • 2012 - Depressão:dos sintomas ao tratamento
  • 2012 - Como manter a mente sã
  • 2012 - Como deixar de ser gordo
  • 2012 - Como amar uma criança
  • 2012 - A queda
  • 2012 - A poesia do encontro
  • 2012 - A felicidade é fácil
  • 2012 - A elegância do ouriço
  • 2012 - A criação, segundo Freud